Aikido

O Aikidô é uma arte marcial originária do Japão, criada pelo mestre Morihei Ueshiba (1883-1969), que concentrou nela toda a essência do conjunto de artes marciais japonesas (Budô). Buscando coordenar à perfeição as atividades conjuntas do corpo e da mente, em profunda unidade com as leis naturais, o AIKIDÔ propicia ao seu praticante, através do treinamento persistente, o domínio das técnicas de concentração e relaxamento, possibilitando o combate ao “Stress”, a defesa pessoal, a manutenção da saúde e a longevidade. Seu Fundador afirmava: O importante não é lutar contra um inimigo e derrotá-lo, é mais do que isso, derrotar os inimigos internos, a insegurança, o receio. É descobrir a maneira de conciliar as diferenças que existem no mundo e fazer dos seres humanos uma grande família.

Os movimentos do AIKIDÔ, sem exceção, seguem as leis da natureza. São cheios de vigor e energia, mas aplicado sempre o princípio da não-resistência, da abstenção e força bruta. Conseqüentemente pessoas de ambos os sexos e de todas as idades podem praticá-lo, sentindo-se atraídas com a real possibilidade de treinar a mente e o corpo, forjando inclusive um caráter equilibrado, temperando-se para todos os momentos da vida.

A arte tem suas origens no Daito Riu Aikijiujitsu criado por Yoshimitsu Saburo Shinja o sexto filho do imperador Seiwa (850-880 DC), pertencente a familia Minamoto. Por pertencer a casa Daito, a arte recebeu este nome. O Aikido ensina claramente o espirito japones de amor pelas força das natureza (DAISHIZEN), e o pensamento da realização de ações sempre pensando no caráter coletivo, de respeito a disciplina, a beleza e a elegancia da simplicidade em se fazer as coisas porem em harmonia com todos os fatores envolventes. No Brasil a CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AIKIDO-BRAZIL AIKIKAI, é a organização que segue as tradições preconizadas pelo Instituto Takemussu, que visa manter os ensinamentos originais do fundador do Aikido, através de estágios constantes que são feitos no Brasil de mestres alunos diretos do fundador, como Yoshimitsu Yamada, Nobuyoshi Tamura, e Seichi Sugano. O Aikido por não possuir competições, ensina a trasformar os conflitos em ações construtivas, dentro do verdadeiro espirito do “BUDO”.

Muita gente pensa que os japoneses inventaram o “budo”, para a guerra. Muito pelo contrário. A palavra “DO” cujo kanji os chineses leem como “TAO”, significa a verdade ultima, o logos, Deus. As artes marciais modernas portanto na verdade são caminhos espirituais para as pessoas viverem melhor. Foram originalmente criadas por seus fundadores quase como uma religião. A ideia que o Ocidente tem, sobre as artes marcias como algo para a violencia, foi criada porque os primeiros estrangeiros que chegaram ao Japão não podiam entender que ao verem as pessoas lutando, na realidade estavam praticando um exercicio para melhor entenderem a Natureza, e assim poderem se harmonizar com ela, como preconiza o sentimento original do povo japones. Esta mudança da utilização das artes marciais para “Caminhos Marciais” ocorreu depois que as armas de fogo chegaram no Japão, e os samurais perceberam que seus afiados e bem manejados katanas (sabres) eram inuteis diante de uma pistola carregada. Diante desta realidade passaram a praticar os movimentos marciais, não como instrumentos para a guerra, mas sim, como exercicios para a iluminação espiritual. Os ocidentais porem ao chegarem no Japão e verem as pessoas trocando socos e pontapés, pensaram que aquilo podia ser um excelente meio de defesa pessoal, e assim importaram a prática erroneamente com a ideia de que uma pessoa procura um caminho marcial com o objetivo se ficar bom de briga.Daí a ideia que que um faixa preta de arte marcial é uma pessoa perigosa. Muita gente perde tempo enorme em academias tentando apenas a aprender técnicas de defesa pessoal, que nada valem hoje em dia, na realidade, onde as pessoas agressivas andam com armas de fogo. É preciso treinar a calma, a tranquilidade, o domínio das emoções, a segurança, a coragem, e nisto o Aikido pode ajudar muito. Agora, já nos principais centros mundiais, após quase 40 anos de divulgação do AIKIDO na Europa, e Américas, existem muitos professores ocidentais que entenderam este espirito e vem divulgando o mesmo corretamente.

O fundador do AIKIDO, Morihei Ueshiba, era um personagem fantástico, mistico. Existem estorias fantasticas sobre o mesmo. Ele era capaz de presentir pessoas que queriam atacá-lo sem vê-las, chegava a arrancar pequenas arvores apenas com suas mãos, e a levantar pedras incompativeis para seu tamanho e peso, fruto de seu intenso treinamento e iluminação espiritual a que chegou.

No Aikido o praticante inicia-se na arte, aprendendo a cair e a rolar sem se machucar. Posteriormente começa a relacionar-se com um companheiro de treino, e vai aprendendo suas fraquezas e pontos fortes, bem como a de seus semelhantes. Com o passar do tempo vai desenvolvendo sua sensibilidadade a ponto de poder controlar um oponente facilmente com um mínimo de força, bem como a presentir o caráter e as intenções das pessoas logo no primeiro encontro. É uma arte muito util para as pessoas que estão na direção de grupos humanos, como os gerente, diretores, e chefes de equipe, pois ensina a liderança e o trabalho conjunto em harmonia dando segurança e coragem para seus praticantes, vencendo o medo que tanto atrapalha no relacionamento humano.

É claro que Aikido pode ser usando como defesa pessoal em determinadas situações, em uma briga de rua por exemplo. Porém, a experiência me ensinou que o mais eficiente dos faixas pretas se torna indefeso diante de um revolver em mão hábeis. Infelizmente muitas artes marciais tradicionais se tornaram esportes de competição e perderam a origem para a qual foram criadas.

Morihei, após treinar diversas artes marciais, percebeu que a verdadeira força está no sentimento correto. Após provar isto na prática, desenvolveu uma forma de treino criando assim o Aikido.

No Aikido não há competições. Isto porque uma competição preza pelo mais forte deixando de lado a beleza e a correção. O Aikido é um exercício para todo o corpo. Utilizam-se músculos que não se usam nas atividades do dia-a-dia inclusive aqueles próximos a órgãos internos. Pode-se dizer que é uma forma de massagem para todo o corpo. Utilizam-se muitas técnicas que exercitam as juntas do corpo de forma a melhorar a circulação sanguínea que costuma diminuir exatamente nestes pontos. Para se aplicar as técnicas do Aikido não são necessários grandes esforços. Com a utilização correta dos membros inferiores, até mesmo mulheres e crianças podem arremessar homens grandes. Isto porque com a utilização de movimentos naturais, surgem forças da natureza para auxiliar. É a esta força que chamamos de KI. No Aikido não é necessário treinar de forma agarrada ao parceiro, sendo possível treinar entre pessoas de sexos opostos ou em família de forma agradável.

O Aikido foi criado com base em antigas formas de artes marciais sendo adaptado para a era moderna. É o lado marcial do espírito de enaltecimento supremo da correção observado na cultura japonesa. Pratique AIKIDO corretamente e abra a porta da força infinita da grande natureza.

.:: Os lemas do Aikidô ::.

1 – MANTER A DISCIPLINA.
2 – NÃO SE ENERVAR.
3 – NÃO SE ENTRISTECER.
4 – NÃO POSSUIR SENTIMENTO HOSTIL.
5 – SER COMPREENSIVO.
6 – SER TRANQUILO.
7 – SER PACÍFICO.
8 – MANTER A ÉTICA.
9 – FAZER AMIZADE COM TODOS.
10 – RESPEITAR A DEUS E AS PESSOAS.
11 – SER HUMILDE.
12 – SER JUSTO E HONESTO.
13 – CONSCIENTIZAR-SE QUE O AIKIDÔ REPRESENTA O CAMINHO DE DEUS.
14 – CONSCIENTIZAR-SE DE QUE A PRÁTICA DO AIKIDÔ TEM POR PRINCÍPIO O AUTO CONHECIMENTO.

 

.:: Algumas regras de etiqueta e comportamento no Dojo ::.

1) É responsabilidade de todos manter as regras tradicionais de conduta no Dojo. Este espírito vem do Fundador e deve ser respeitado, honrado e mantido.

2) É de responsabilidade de todos criar uma atmosfera positiva de harmonia e respeito.

3) O Dojo não deve ser utilizado para outro fim a que se destina, salvo expressa ordem de Sensei.

“>4) A limpeza é uma oração de agradecimento, é dever de todos executar a limpeza física e do coração de todos.

5) É decisão do Sensei quando ele deve ensinar alguma técnica. Não se pode comprar técnicas. A mensalidade é uma pequena parcela para ajudar a pagar as despesas para o local de treinamento e é uma forma muito pequena de demonstrar a gratidão do aluno ao mestre pôr seus ensinamentos.

6) Respeitar, Respeitar, Respeitar, é um pensamento contínuo no Dojo.

7) É um dever moral de todos usar as técnicas para fins pacíficos visando sempre construir.

8) Não deve haver conflitos do Ego no tatami. Aikidô não é um ringue de competição de vaidade.

9) A insolência jamais será tolerada, devemos ter consciência de nossas limitações.

10) Cada pessoa tem condições, e razões diferentes para treinar. Devemos respeitar suas expectativas.

11) Jamais se deve contra argumentar com o professor.

12) Jamais deixe de fazer a reverência ao Kamizá ao entrar e sair do Dojo.

13) Respeite seu uniforme de treinamento, deve estar sempre em boas condições e de aparência.

14) O Dojo não é uma praia, sente-se sempre em seiza ou com as pernas cruzadas no estilo japonês, no caso de ter problemas no joelho.

15) Quando o Sensei demonstra uma técnica, fique sempre em Seiza, após, faça uma reverência, e comece imediatamente a praticar.

16) Quando o final de uma técnica é assinalada, cumprimente o parceiro e vá imediatamente para seu lugar de início da aula.

17) Se for absolutamente necessário perguntar algo ao Sensei, vá até ele, não o chame para si.

18) Respeite os alunos mais experimentados, jamais discuta se as técnicas estão erradas ou não.

19) Se você não é Yudansha, não corrija ninguém.

20) Não converse em cima do Tatami. Aikidô é experiência.

21) É responsabilidade de todos manter o Dojo limpo, de preferência deve ser varrido diariamente.

22) Não se deve usar jóias, mascar coisas no tatami. Além do corpo somente se usa o uniforme

 

“Aikidô não é religião, mas a educação e o refinamento do espírito. Você não será convidado a aderir a nenhuma doutrina religiosa, mas somente a manter o espírito aberto. Quando se inclina em uma reverência, isto não é um procedimento religioso mas sim um sinal de respeito ao mesmo espírito de Inteligência Criativa Universal que está com todos nós”.

 

Artigo gentilmente cedido pelo
Instituto Takemussu, que é presidido e orientado pelo
Prof. Wagner Bull 6º Dan, o mais alto grau no Aikido,
até hoje recebido por pessoas nascidas na America do Sul.

http://www.aikikai.org.br


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s